Seis ônibus alternativos são apreendidos com irregularidades na zona Leste

Veículos foram removidos ao parqueamento por circularem com irregularidades na avenida Autaz Mirim

Ônibus foram removidos ao parqueamento durante fiscalização do IMMU na zona Leste de Manaus. – Foto: Sidney Mendonça/IMMU

Na tarde desta quinta-feira, 09/12, seis veículos foram removidos ao parqueamento por estarem circulando com irregularidades na avenida Autaz Mirim, na zona Leste de Manaus. A fiscalização faz parte de uma ação de combate ao transporte irregular de passageiros e prevenção de acidentes de trânsito, realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), com apoio do Núcleo de Operações de Trânsito do Detran (Neot), e o Batalhão Policiamento de Trânsito da PM (Bptran).

“A gente precisa intensificar as fiscalizações na cidade, mais especificamente no transporte alternativo, para que venhamos conseguir ordenar o trânsito nessa área e garantir a segurança viária que é o nosso principal objetivo” informou Stanley Ventilari, diretor de operações de trânsito do IMMU.

O diretor de Operações do Neot, Victor Mansur, abordou os veículos e verificou que seis ônibus alternativos não estavam em condições de circulação.

“Hoje estamos mais uma vez realizando a operação em conjunto com o IMMU, especialmente com foco nos micro-ônibus Alternativos e Executivos, para que possamos fiscalizar os documentos dos motoristas e as condições de tráfego dos veículos e, assim, retirar de circulação os que estiverem irregulares” disse Mansur.

As operações de fiscalização estão acontecendo diariamente com o apoio dos órgãos que integram a secretaria de segurança do Estado. O IMMU monitora os principais corredores viários da cidade com agentes de trânsito posicionados em pontos fixos, com motocicletas e viaturas, além de câmeras instaladas em pontos estratégicos, para garantir a circulação de veículos e a prevenção de acidentes.

LEIA TAMBÉM: Operação Carga Pesada fiscaliza veículos na avenida Rodrigo Otávio

Related Posts

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *