Mototaxistas capacitados pelo Detran-AM vão ter acesso a linha de crédito

Crédito de até R$ 5 mil será concedido pela Afeam para mototaxistas de todo o Amazonas

Governador Wilson Lima anuncia linha de crédito para mototaxistas e motofretistas. – Foto: Diego Peres/Secom

Mototaxistas e motofretistas de todo o Amazonas, capacitados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), vão poder solicitar uma linha de crédito especial, de até R$ 5 mil. O anúncio foi feito nessa sexta-feira (10/12) pelo governador Wilson Lima no município de Manicoré (a 332 quilômetros de Manaus). O projeto é uma parceria inédita entre o órgão de trânsito do estado e a Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

Os profissionais, que tiverem o curso de especialização e de atualização do Detran-AM, poderão solicitar financiamento junto à Afeam para realizar a manutenção em suas motocicletas. Wilson Lima falou sobre o benefício durante inauguração do novo posto de atendimento do Detran-AM, Afeam e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) da cidade.

PARCERIA

A parceria entre Detran-AM e Afeam amplia benefícios aos profissionais que atuam no principal meio de transporte no interior do estado. Além da nova linha de crédito, os mototaxistas e motofretistas em situação de vulnerabilidade econômica têm isenção das taxas dos cursos de especialização por meio do Programa Detran Cidadão, que também faz a doação de capacetes e coletes aos profissionais do segmento capacitados.

“A partir do ano que vem nós vamos abrir uma linha de financiamento para os mototaxistas de até R$ 5 mil, sem que haja necessidade da apresentação de garantias, apenas a certificação do Detran para que isso aconteça”, afirmou Wilson Lima, que também fez a entrega, em Manicoré, de certificados para mototaxistas que concluíram os cursos obrigatórios, por meio do Detran-AM.

De acordo com o diretor-presidente da Afeam, Marcos Vinicius Castro, o empréstimo tem condições facilitadas. “Basta ser habilitado, possuir o documento da moto e ter o certificado do curso de capacitação do Detran para ter acesso ao crédito. Mesmo que esteja negativado com restrição de até R$ 2.100, poderá pedir o empréstimo sem fiador. Será um capital de giro para revitalizar sua motocicleta”, explicou.

Parceira inédita entre Detran-AM e Afeam amplia benefícios para mototaxistas e motofretistas. – Foto: Divulgação/Detran-AM

Para o diretor-presidente do Detran Amazonas, Rodrigo de Sá, a parceria é um estímulo a mais para a capacitação por meio do projeto “Motociclista Legal”, que faz parte do programa Detran Cidadão, lançado em novembro pelo governador Wilson Lima.

“É bem verdade que a maioria dos mototaxistas que atuam na profissão no interior do estado não possui a capacitação exigida pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro). Por isso, o governador autorizou o Detran a criar esse projeto de isenção de taxas e de doação de capacetes e coletes para essa categoria. E, ao ver a realidade das motocicletas usadas por esses profissionais, mais uma vez teve a sensibilidade de conversar com a Afeam para que, juntos, déssemos mais esse apoio para a categoria”, destacou Rodrigo de Sá.

PRIMEIROS MOTOTAXISTAS

Em Manicoré, o governador também certificou os primeiros 26 mototaxistas que passaram por capacitação no Detran Amazonas. Eles fizeram o curso em dezembro do ano passado, mas devido às restrições da Covid-19, não tiveram a oportunidade de receber seus certificados.

Junto aos certificados, eles também receberam vouchers para trocar pelo kit de capacete e colete, que serão entregues até o fim de dezembro.

A próxima turma do curso de mototaxista, em Manicoré, será aberta na próxima semana, e já vai fazer parte do projeto “Motociclista Legal”, que prevê a isenção da taxa de R$ 220. A cidade possui, atualmente, 400 pessoas exercendo a atividade. Somada a economia com a isenção da taxa do curso de mototaxista aos capacetes e coletes que serão doados, esse profissional vai economizar aproximadamente R$ 650.

Related Posts

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *