Motociclistas de aplicativo recebem orientação do IMMU

Reunião foi para ouvir e orientar os profissionais – Foto: Clóvis Miranda]

A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), recebeu uma comissão de representantes de motociclistas de aplicativos para tratar sobre a regulamentação do modal e a segurança das pessoas no trânsito. Atualmente, somente a profissão de mototaxista é regulamentada.

“O prefeito David Almeida determinou que recebêssemos essa comissão, para explicar a respeito da regulamentação federal sobre o modal de duas rodas em aplicativos de transporte em Manaus. Também já alinhamos com eles sobre a permissão para trabalharem até termos concluídos nossa análise, sem que sejam prejudicados ou impedidos de levar o sustento a suas famílias”, disse o diretor-presidente do IMMU, Paulo Henrique Martins.

Durante a reunião, ainda foram discutidos temas como segurança dos passageiros, pois a futura regulamentação que vai garantir o direito dos trabalhadores da área deve atender também à segurança dos passageiros, assim como do direito dos trabalhadores de aplicativo.

Também ficou acertado que os motoristas devem obedecer aos critérios exigidos por lei, tais como ter a carteira de habilitação e a motocicleta deve estar com o licenciamento em dia.

“O prefeito quer garantir que essas pessoas possam trabalhar, levar o alimento para suas casas e condições de sustentar suas famílias, e de modo algum a prefeitura irá atrapalhar esse trabalho. No entanto, os motoristas deverão andar regularizados, para que ofereçam aos usuários um transporte seguro, de qualidade, e que o serviço possa ser oferecido dentro da regulamentação”, concluiu o diretor-presidente.

A categoria de duas rodas por aplicativos também foi atendida na sede do poder Executivo Municipal. Na ocasião, o encontro contou com a presença do ouvidor municipal Nonato Oliveira e do titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg), Sérgio Fontes.

O ouvidor municipal enfatizou a abertura da prefeitura ao diálogo de forma democrática, buscando melhor entendimento e a solução para o caso.

“Hoje, estamos aqui exercitando o papel da ouvidoria dentro do que determina o prefeito David Almeida. A prefeitura precisa ser uma casa de portas abertas, qualquer movimento, qualquer que seja o segmento, qualquer que seja a pauta, nós temos que acolher, formar uma comitiva, recebê-los, ouvi-los, entender o problema e convocar os atores, as secretarias, as pastas envolvidas, afetadas pelos problemas”, pontuou Nonato Oliveira.

O presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos de Moto, Alexandre Matias, salientou que a preocupação apresentada pela prefeitura em resolver a demanda e assegurar os direitos dos profissionais e usuários de aplicativos superou a expectativa.

“A reunião foi muito proveitosa, porque aproxima o profissional da prefeitura e as empresas com a prefeitura. Nossa conversa foi bastante proveitosa e nós poderemos trabalhar mais tranquilamente até que haja uma mudança na legislação”, disse Matias.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *