AM não será incluído na mudança da política de preços dos combustíveis devido refinaria que abastece o estado ser privatizada

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (16), que haverá mudanças na política de preços da gasolina e diesel, no entanto, tais mudanças não alcançarão o Amazonas porque a Refinaria da Amazônia (Ream), que abastece o estado, tem a sua própria política de preços desde 2023, quando foi privatizada.

No anúncio feito pela Petrobras, é ressaltado que a nova estratégia comercial para definição de preços de diesel e gasolina é voltada para as refinarias que são pertencentes à empresa. Não sendo incluídas duas refinarias, uma na Bahia, conhecida como Refinaria Landulpho Alves (RLAM), e a antiga Refinaria Isaac Sabbá (Reman), em Manaus, hoje chamada de Refinaria da Amazônia (Ream). 

De acordo com a plataforma oficial da Ream, a gasolina está sendo vendida por R$ 2,90 na refinaria de Manaus. O valor fica abaixo do que era vendido pela Petrobras (R$ 3,18) até o anúncio de redução dos combustíveis desta terça-feira. Agora, com a mudança de políticas de preços, a gasolina passa para R$ 2,78, ou seja, mais barato que a Ream.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *