Rodoviária de Manaus tem ônibus fiscalizados por agentes do IMMU

Com o objetivo de garantir o cumprimento das normas de trânsito e a segurança da população, a Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), realizou uma operação de fiscalização na rodoviária de Manaus, localizada na zona Centro-Sul.

Os agentes identificaram uma série de infrações cometidas por motoristas de ônibus. Seis veículos foram autuados em flagrante por transgredirem as normas de estacionamentos permitidos e que comprometem a segurança no trânsito. A ação foi direcionada para a área de estacionamento, com os ônibus que estavam no local.

“Esta operação reforça nosso compromisso com a segurança no trânsito em Manaus, garantindo que a regra seja respeitada por todos. A faixa de pedestre é para pedestres, a calçada é para pedestres e a atenção ao dirigir deve ser total. Infringir essas normas não só resulta em penalidades para os motoristas, mas também coloca em risco a segurança de todos os usuários das vias”, disse Alexandre Frederico, vice-presidente de Transportes do IMMU.

Três dessas infrações foram por veículos estacionados sobre a faixa de pedestre, durante o embarque e desembarque de passageiros. Essa infração é considerada grave pelo Código de Trânsito Brasileiro, porque coloca em risco a vida do pedestre.

Dois ônibus foram flagrados estacionados a mais de um metro da guia da calçada, enquanto realizavam o embarque/desembarque. Essa infração, além de ser contra as normas de trânsito, dificulta a mobilidade de outros veículos e pode causar acidentes.

Essa operação faz parte de uma série de ações tomadas pela prefeitura, para melhorar a segurança e a eficiência do transporte público na cidade. Ações que reforçam a importância de se respeitar as normas de trânsito, tanto para a segurança dos passageiros dos ônibus quanto para os demais usuários da via, incluindo motoristas e pedestres.

“Continuaremos a fiscalizar rigorosamente e a tomar todas as medidas necessárias para garantir a segurança no nosso sistema de transporte público”, finalizou Alexandre.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *