Devido ao aumento de acidentes envolvendo motociclistas, IMMU faz ações educativas no trânsito de Manaus

Com o aumento de casos de acidentes envolvendo motociclistas na capital amazonense, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), está intensificando as ações educativas e preventivas com o objetivo de assegurar a segurança no trânsito e reduzir o número de casos.

A ação está implementando programas de treinamento e palestras educativas, envolvendo também parcerias com escolas, Tribunal de Justiça do Amazonas e entidades do setor de transportes. O intuito visa criar uma cultura de responsabilidade e consciência entre os motociclistas e demais motoristas.

De acordo com o IMMU, em 2022 e 2023, foram contabilizadas 44 mortes no mesmo intervalo de tempo, de janeiro ao início de junho. Esses dados revelam uma triste constância, indicando que é importância de adotar medidas efetivas de prevenção e conscientização.

Dados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), sob a gestão da Prefeitura de Manaus, indicam aproximadamente 10 mil ocorrências de acidentes de trânsito anualmente na capital amazonense. No ano de 2022, o Samu registrou 10.694 atendimentos relacionados a acidentes de trânsito.

Nos primeiros quatro meses deste ano, o número de ocorrências atendidas já alcança 4.301, com a maior parte delas envolvendo colisões entre carros e motocicletas, além de quedas de moto. Esses números destacam a importância de medidas de prevenção e conscientização para a segurança no trânsito.

Para o educador e agente de trânsito do IMMU, Wenrisson Freitas, conduzir motocicletas nas vias da cidade exige habilidades que envolvem não apenas o controle físico da moto, mas também a capacidade de antecipar e reagir adequadamente às situações de trânsito.

“Pilotar motocicleta hoje em dia exige mais do que perícia, é necessário o condutor saber conduzir com direção defensiva, respeitar as regras de trânsito, como também saber o momento certo de transitar entre os veículos”, disse Freitas.

O IMMU reforça aos motociclistas sobre o uso de equipamento de proteção individual para garantir a segurança. Capacete, luvas, calçados fechados e vestimenta apropriada são essenciais. Além disso, a prefeitura está reforçando a importância da revisão periódica das motos, garantindo que elas estejam em bom estado de conservação e funcionamento.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *