Botão do pânico: veja como funciona novo item secreto do carro contra bandidos

Pouca gente sabe, mas existem carros equipados com um equipamento conhecido como “botão do pânico”. Nova tendência no que se refere à segurança veicular, o equipamento não vem de fábrica e pode ser instalado por empresas especializadas.

Sua utilidade lembra o quarto do pânico nas residências, tema de filme homônimo lançado em 2002: é um dispositivo para emergências, como proteção contra criminosos.

No caso do botão, ele serve para acionar remotamente, a partir do automóvel, algum tipo de socorro, em caso de assalto e, principalmente, sequestro-relâmpago.

O dispositivo é comercializado por empresas especializadas em rastreamento veicular e costuma vendido exclusivamente para clientes corporativos, como empresários e executivos de grandes empresas.

É uma solução disponível para frotas corporativas. Normalmente, as empresas utilizam para veículos de alto valor e, normalmente, executivos sujeitos a situações de emergência Fernando Correia, coordenador de operações da Ituran Brasil, uma das empresas que oferecem o serviço.

Segundo informado ao UOL Carros, o botão pode ser instalado juntamente com o rastreador. Por motivos óbvios, sua localização dentro do veículo varia de cliente para cliente e não deve ser divulgada – assim como imagens do referido botão.

Recomenda-se que o item nunca seja acionado para a realização de um teste. O uso indevido do equipamento, inclusive, pode ocasionar o pagamento de uma multa.

Como funciona o botão do pânico?

Ao contratar o serviço, o cliente informa telefones de contato, incluindo o próprio celular

Caso o botão seja acionado, um sinal de emergência é acionado na central de controle da companhia contratada

Em seguida, o operador tenta contato por telefone com o cliente. Caso a chamada seja atendida, o profissional pede para falar com o cliente e finge se tratar da confirmação de um compromisso, como um almoço ou reparo do veículo

Caso o telefonema não seja atendido, ou se a ligação cair na caixa postal ou for cortada, equipe especializada da empresa é acionada, bem como a polícia – em tese, a localização do veículo do cliente é conhecida, graças ao rastreamento

A partir daí, a forma de atuação varia caso a caso, sempre priorizando a segurança do cliente

Com informações do site UOL

kli

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *