Tesla toma processo por propaganda enganosa sobre autonomia dos seus veículos

Um processo de ação coletiva está sendo movido contra a Tesla na Califórnia (EUA). Os proprietários acusam a empresa de Elon Musk de ter feito propaganda enganosa e exagerado sobre a autonomia de seus carros elétricos.

Para quem tem pressa:

  • Um processo de ação coletiva está sendo movido contra a Tesla na Califórnia (EUA);
  • Os proprietários acusam a empresa de Elon Musk de ter feito propaganda enganosa;
  • Além disso, a ação alega que a fabricante exagerou sobre a autonomia de seus carros elétricos;
  • O processo sugere que as estimativas da Tesla são menos precisas que as da concorrência – e que a empresa tentou silenciar clientes insatisfeitos.

Os três autores do processo alegam que seus carros Tesla não alcançaram a estimativa de autonomia anunciada e que suas reclamações foram ignoradas.

Embora todos os carros elétricos geralmente tenham uma autonomia cerca de 12,5% menor do que a anunciada, o processo sugere que as estimativas da Tesla são menos precisas em comparação com outras marcas e que a empresa pode ter tentado silenciar os clientes insatisfeitos.

O processo alega fraude, violação de garantias e concorrência desleal por parte da empresa.

Se o status de ação coletiva for concedido, o processo abrangerá todos os proprietários de modelos Tesla 3, S, X e Y na Califórnia. Os autores do processo buscam indenizações (não especificadas) por parte da Tesla.

O processo vem após a Reuters revelar que a Tesla vem modificando as estimativas de autonomia de seus veículos elétricos há cerca de uma década.

É assim: os carros exibem números inflacionados quando totalmente carregados e números precisos somente abaixo de 50% de carga.

Para lidar com as reclamações dos clientes, a Tesla supostamente criou uma Equipe de Desvio para persuadir os usuários a desistir de chamadas de suporte relacionadas à autonomia. Não se sabe ao certo se a Tesla ainda utiliza essas táticas.

A Agência de Proteção Ambiental solicitou à empresa de Musk que reduzisse as estimativas de autonomia a partir do ano modelo de 2020.

A Coreia do Sul impôs uma multa de US$ 2,2 milhões (aproximadamente R$ 11 milhões) à Tesla por supostamente não informar adequadamente os clientes sobre a diminuição da autonomia dos veículos elétricos em condições de frio.

kli

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *