Xiaomi recebe aprovação para produzir veículos elétricos

Xiaomi vem se destacando pelos seus produtos móveis e eletrodomésticos lançados nos últimos anos. Mas a gigante chinesa vem buscando formas de ampliar seu catalogo de produtos, com o mercado de veículos elétricos (EVs) sendo um dos interesses da empresa. No começo de 2023 o CEO da Xiaomi, Lei Jun, revelou que a empresa já investiu 3 bilhões de yuans na divisão de automóveis. Agora a Reuters afirma que a fabricante recebeu o aval para a fabricação de seus carros elétricos.

As fontes do portal destacam que a gigante chinesa recebeu a aprovação da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC) para começar a produção no começo deste mês de agosto.

NDRC é uma das entidades responsáveis por supervisionar novos investimentos e o setor automotivo na China. Por isso o aval do órgão é extremamente importante para a Xiaomi, que fica mais próxima de comercializar seus veículos elétricos.

Vale a pena destacar que nos últimos anos o governo chinês endureceu as regulamentações para a produção de veículos. Com a dona das marcas POCO Redmi sendo apenas a quarta a receber o aval desde 2017.

Xiaomi tvai precisar provar que é capaz de cumprir padrões técnicos

Como destacado pelo ArenaEV, após a aprovação da NDRC, a gigante chinesa agora terá que ter seus planos aprovados pelo Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação (MIIT) da China.

O ministério chinês tem o trabalho de avaliar se as futuras fabricantes de carros na China podem cumprir padrões técnicos e de segurança. Isso significa que a Xiaomi terá que provar para o MIIT que seus veículos não são apenas funcionais, mas também seguros.

Produção deve começar em 2024

Vale a pena destacar que a venda de carros elétricos é uma das principais apostas da gigante chinesa para o futuro. No começo do ano a empresa revelou que sua divisão de automóveis contava com 2.300 pessoas na área de pesquisa e desenvolvimento.

Em uma reunião com investidores em fevereiro deste ano, CEO da Xiaomi, Lei Jun, afirmou em uma reunião com investidores que sua produção de EVs “fez mais progressos do que o esperado”. Na ocasião Jun ainda afirmou que a empresa espera começar a “produzir em massa no primeiro semestre do próximo ano” o seu primeiro carro elétrico.

Neste ano a empresa o primeiro EV da Xiaomi foi encontrado sendo testado na Mongólia Interior, uma região no norte da China. Em outro vazamento o veículo teve seu visual revelado — algo que gerou uma multa de US$148 mil ao design responsável.

kli

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *