Carros elétricos chineses avançam no Brasil e importações crescem 482% em 2023

mercado de carros elétricos tem crescido no Brasil e isso tem acontecido após a chegada de veículos chineses mais acessíveis. Segundo dados divulgados pela Comex Brasil, as importações cresceram em 2023 e isso tem preocupado as montadoras que possuem fábricas em solo nacional.

Os números divulgados nesta semana mostram que a compra de carros chineses avançou com as exportações para o Brasil chegando a US$ 1,080 bilhão, totalizando um aumento de 482% em relação ao ano de 2022, quando as vendas somavam cerca de US$ 187 milhões.

Contando com preços atraentes, mais tecnologia embarcada e boa autonomia, a importação de carros elétricos chineses saltaram de uma participação de mercado de apenas 0,4% em 2021 para cerca de 35% em 2023. Esse salto também reflete um maior interesse do consumidor.

Comentando o assunto, o presente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Márcio Leite, diz que esse quadro precisa mudar.

a alta de importações faz muito sentido quando temos mudanças de tecnologia, mas não pode haver um descompasso grande com a produção local.

O executivo também destaca que esse aumento das importações chinesas acontece ao mesmo tempo em que a indústria nacional de carros diminui as suas exportações para outros países, como Argentina, México, Colômbia, Uruguai e Chile.

Por isso, a balança comercial do setor fechou com déficit de US$ 1,623 bilhão em 2023. Agora, a expectativa é de que as marcas chinesas comecem a produzir localmente seus veículos, como é o caso da BYD.

A empresa já lançou a pedra fundamental da sua fábrica na Bahia e há uma previsão de início das atividades ainda neste ano. Por outro lado, a GWM também espera iniciar a sua produção local em São Paulo já neste primeiro trimestre.

kli

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *